Frutas e Legumes

Ameixa, oliveira


Quando e por que podar a oliveira


A poda da azeitona é uma técnica essencial que, se feita corretamente, traz uma infinidade de benefícios à árvore frutífera, como uma passagem ideal de luz entre os galhos, um aumento nos parâmetros de floração e produção, prevenção de possíveis doenças que eles poderiam prejudicar o bem-estar natural da planta. Uma intervenção de poda indispensável deve ser realizada nos períodos entre março e maio. Enquanto a técnica fundamental a ser usada na poda é dada pela eliminação, através de cortes precisos, dos galhos já floridos para deixar espaço para novas flores. As técnicas de poda direcionadas, o uso de sistemas corretos de irrigação e rega contribuem para salvaguardar a saúde do caule. A necessidade diária de água, segundo os especialistas, corresponde a cerca de 40 litros de água.

Como podar e cultivar regras



A poda das oliveiras deve ser posta em prática de forma mais intensa nas oliveiras de idade avançada e é realizada eliminando de forma transversal todos os galhos que já terminaram o processo de floração natural. Enquanto estiver lidando com uma oliveira muito jovem, você precisa se preocupar com o cultivo adequado. As áreas de cultivo mais indicadas para as oliveiras são as do Mediterrâneo, longe da umidade e caracterizadas por temperaturas amenas. Por fim, escolhemos solos suficientemente ricos em cálcio e substâncias ferrosas, para serem utilizados no cultivo da oliveira, no outono, quando a abundância de chuva assenta bem no solo, acrescentando (sempre que possível) doses moderadas de substâncias fertilizantes como terra, estrume e cinzas.

Os benefícios do cultivo e poda adequados



Pode acontecer que o terreno utilizado para o cultivo da oliveira não possua materiais orgânicos vitais suficientes, como cálcio, zinco e substâncias ferrosas, úteis para a manutenção vital do caule. As técnicas adequadas de fertilização e poda de azeitona contribuem para salvaguardar a saúde da planta. As intervenções de fertilização requerem procedimentos diferentes ao longo dos anos. É comum fertilizar em dois momentos diferentes (final de fevereiro e início de março e entre a segunda quinzena de junho e o início do mês seguinte), dando à planta e ao solo quantidades moderadas de nitrogênio e pesticidas essenciais para otimizar o processo floração, garantir a manutenção vital do enxerto e aumentar significativamente a produção de frutos.

Ameixa verde-oliva: Trate e previna doenças



A oliveira pode ficar doente. Existem muitas substâncias que podem ser prejudiciais à sua saúde. Bactérias, parasitas (como cochonilha) e fungos podem atrapalhar o bem-estar vital natural da planta. Felizmente, existem várias técnicas de defesa antiparasitária que, implementadas com as medidas apropriadas, podem ser úteis para a recuperação de uma longa série de doenças. Às vezes, o caminho da prevenção (através da poda direcionada da oliveira) e dos cuidados diretos (através do uso de fertilizantes específicos) é coberto.Finalmente, o uso de insetos chamados para eliminar os parasitas considerados letais para a saúde dos ramos de oliveira: a joaninha, por exemplo, é um remédio útil para superar os terríveis ataques de insetos escamados.

Vídeo: Pão de ameixa e quinoa por Fernando Oliveira (Outubro 2020).